Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Stress pós pós pós pós pós semi-traumático?

por G. o gajo., em 13.05.10

Algures nos últimos dias de Novembro do ano passado, apanhei o avião para Angola. Viagem chata, como sempre. Cumpri as duas semaninhas acordadas, fiz o meu trabalho e preparei-me para voltar. E voltei.

Uma tempestade por cima de S. Tomé e Principe (parece que é normal) abanou o avião, aqui e ali com mais força, mas nada que assustasse. E de repente, queda livre. Durante 5/6 segundos, o avião perdeu sustentação. Copos e pratos fizeram a viagem contrária ao movimento do avião, só parando no chão, depois de estabilizado o vôo.

Nesses poucos segundos, e pelas informações do pessoal de bordo, descemos (caímos) certa de 150 metros. Nesses segundos, apenas uma coisa me passou ela cabeça - "Pronto, acabou-se. Cá vai disto."

Sejamos práticos. Num avião a não-sei-quantos mil pés de altitude, por cima do oceano atlântica, no meio de uma tempestade. Quais seriam as probabilidades de alguém se safar? Pelo que se tinha visto no exemplo do avião da AirFrance que caiu na vinda do Brasil...nenhumas.

Pelo que nada mais me passou pela cabeça...o avião estabilizou, eu terminei o que restava da minha refeição, dormitei mais um pouco. Normal. A vida seguiu normalmente.

 

E agora, 5 meses depois desta situação, dou por mim a ter pesadelos e a acordar de noite com a sensação que estou dentro do avião...e que desta vez o vôo não estabiliza. E agora, 5 meses depois, entro em pânico...

 

A mente tem destas coisas estranhas.

 

G

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:49


6 comentários

De prlinpinpin a 13.05.2010 às 21:31

deves tb ter ficado impressionado com a queda do aviao na libia e isso voltou-te a cabeça

De G. o gajo. a 14.05.2010 às 09:06

Parece-me que não, porque isto já começou antes desse avião "não ter conseguido estabilizar o vôo."

Seja como for, não percebo a razão de nada me ter passado pela cabeça na altura e tudo vir agora, aos montes, 6 meses depois.

De Boguita a 14.05.2010 às 12:47

Xiça ...tal era o susto....o choque foi tão grande que só 5 meses depois é que tiveste consciência do que se passou

De G. o gajo. a 14.05.2010 às 16:43

Talvez...já nem digo nada.

De chocolatsuisse a 17.05.2010 às 19:36

Hummm, no trabalho voltaram a falar em Angola ou trabalho num outro país? Ou a planear férias talvez?
Ah já sei, é por causa do vulcão, todos os dias se fala de aviões parados e aeroportos fechados....

De G. o gajo. a 17.05.2010 às 20:54

Talvez seja disso, não sei. Entretanto já acalmou...ao menos isso.

Comentar post



Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D