Terça-feira, 07.02.12

Se eu...

fosse dona de casa:

  • teria ficado com os meus filhos ( sem dúvida nenhuma!!!!) em casa até terem 4 / 5 anos
  • de manhã tratava da casa e deles, de tarde iríamos passear ou plantar ou brincar ou ler ou...
  • teria a casa sempre arrumadinha e limpinha
  • as refeições seriam mais saborosas pois teria tempo para fazê-las com tempo, amor e dedicação
  • o marido chegaria a casa e poderia ter tempo para dedicar aos filhos, tempo para me dedicar a mim, e tempo para dedicar a si próprio

Mas...como não sou :

  • obrigo os meus filhos a acordarem às 7h quando gostam mais de o fazer às 8h
  • é uma correria entre vestir, comer, lavar-se e seguir cada um para o seu trabalho ( em que escola é = trabalho também)
  • a casa está sempre uma confusão, por vezes estou a lavar o chão às 22h
  • as refeições são sempre de rápido processo, cozido, grelhado etc..mas nada de muito elaborado tipo frango recheado e coisas do género
  • o marido tem a sua parte das tarefas, pouco tempo tem para os filhos, para ele "nickles" e para mim...o beijo de boa noite
  • só tenho cerca de 1hora por dia que posso dedicar aos meus filhos ( por vezes nem isso...)

Não me estou a queixar! Estou apenas a relatar um facto, aliás...vários factos da minha vida, que poderiam ser diferentes.

Felizmente trabalho perto de casa, o marido também ( sei de pessoas que deixam os filhos às 7h e vão buscá-los às 19h30 devido à distância do trabalho). Sei que não estou mal, estou bem. Orgulho-me de ser uma mulher que trabalha e que colabora para este nosso país. Pena não ver nenhum tipo de retribuição nisso!!! Para ser sincera...vontade não me falta em largar as coisas e começar de outra forma, noutro sítio.

Enfim...pensamentos!

 

Se calhar se não tivese trabalho, queixava-me que estava farta dos miúdos...( não me parece de forma nenhuma uma vez que trabalhei com eles ao meu lado até aos 15 meses! Se tivesse estado em casa teria sido ainda mais maravilhoso!), fartava-me de tratar da casa e do jardim ( e o marido ficava farto de trabalhar e chegar a casa e ver a casa desarrumada na mesma)...sei lá eu! Acho que até seria uma boa dona de casa, lol.

Quando chegasse à cama não estaria tão cansada pelo menos. SIM !!! Que não me convencem as donas de casa que dizem que ficam mais cansadas do que pessoas que trabalham têm de fazer o MESMO mas após 8, 9 ou mais horas de trabalho ! Não me lixem!

Podem sentir-se cansadas claro! Mas imaginem-se a fazer tudo isso depois de se terem levantado cedinho, aturado clientes chatos ( que fazem falta ), corrido para apanhar os filhos na escola etc...

 

Cada um com a sua vida...eu com a minha. Uma coisa é certa : SE EU não tivesse a vida que tenho, não teria feito este post! {#emotions_dlg.sarcastic}

Viva a vida, que apesar de tudo gosto muito da minha!

Terça-feira, 25.10.11

Pensamentos...

Não entendo porque dizem por vezes , quando o meu filho chora por qualquer motivo ( ele não é de chorar) ,que os homens não devem chorar. Mas não choram porquê? Não têm sentimentos? Ou não podem mostrar o que sentem... Não entendo,não quero entender. Apenas quero que o meu filho, lá por ser do género masculino possa chorar quando assim tiver vontade sem ser chamado à atenção pelos motivos errados do meu ponto de vista! Pior... é que já dei por mim a dizer-lhe isso, e isso chateou-me mais ainda ! Arrependi-me logo podem ter toda a certeza!

 

Entretanto, hoje enquanto esperava que a princesa saísse da aul a de ballet, fiquei a ver crianças na natação. Pais que ensinavam os filhos como mergulhar de cabeça. Pensei, e ri-me sozinha, a pensar no rídiculo ( ou não) que é nós, pais ( e atenção que eu estou lá BEM incluída!), ensinarmos os nossos filhos a fazer coisas que muitas vezes não sabemos fazer! Ora eu cheguei a dizer aos meus filhos, inclina-te mais assim para não ires de " chapa" à água, estica mais os braços etc. mas o certo, é que eu não sei mergulhar como é suposto ( limito-me a saltar lá para dentro independemente da posição, e por vezes sai mesmo "chapa"! ). Então porque fiz questão que eles o fizessem bem, hein? E ali estava eu, a olhar para os pais, e a pensar quantos deles sabe mergulhar de cabeça...

Quinta-feira, 01.09.11

Pensamentos...

Ando aqui a pensar...que segunda-feira começo a trabalhar, inicia-se mais um ano escolar, mais um ano de rotinas com novos horários, actividades etc.

Continuo a pensar...e penso.

Penso nos novos objectivos.

Penso na dedicação que quero dar aos meus filhos e ao meu marido.

Penso em prioridades.

Penso nos livros que quero ler.

Penso nos passeios que quero fazer.

Penso muito, e em muita coisa.

E penso que apesar de gostar muito de partilhar os nossos momentos aqui no blog, este novo ano quero que seja diferente.  Quem iniciou o blog foi o meu marido. Tudo partiu dele, e confesso que me fui apaixonando por todo este mundo de blogs, onde partilhamos bocadinhos de nós, da nossa vida, dos nossos momentos bons e maus. E temos quem nos apoie, quem nos deixe um beijinho, quem nos chame à razão. Acabamos por criar laços apesar da distância. Laços esses que são diferentes. Diferentes porque não conhecemos as pessoas, mas sabemos o que esperar delas. Sabemos se estão felizes ou tristes. Se vivem bem, ou passam por alguma dificuldade. Laços. Laços que são mais do que colegas, mas talvez menos que amizades.

 

Resumindo ( que sou muito tagarela!) .Estou a pensar em deixar de escrever no blog. Não sei até quando irei escrever...e não faço questão de fazer um post de encerramento ( posso mudar de pensamentos certo?!). Quero apenas que fiquem informadas. Se deixar de aqui escrever, simplesmente será porque deixou para mim de fazer sentido partilhar os meus nossos preciosos momentos. 

E continuando a pensar...talvez partilhe apenas pensamentos, em vez de momentos.

 

Beijinhos.

Sábado, 11.12.10

Por vezes

é preciso falar, gritar e desabafar para nos resolvermos interiormente. Independentemente do final, e da resolução.

Não devemos desistir mas sim investir nos nossos sonhos. Nada na nossa vida é definitivo a não ser a morte. Até lá, percorremos muitos caminhos, uns mais acertados que outros. Mas VIVEMOS !

Adoro esta música, e acho-a inspiradora a nunca desistirmos de nós próprios, dos nossos sonhos. Afinal...só se vive uma vez!

 

 

mais sobre nós

últ. comentários

  • Obrigada!!! Não sei como consegues/conseguias ir o...
  • Obrigada! Foi um bom dia sim
  • Um beijo enorme

Princesa E.

Lilypie Kids Birthday tickers

Príncipe J.

Lilypie Kids Birthday tickers

Princesinha A.

Lilypie Fifth Birthday tickers

Twins

Lilypie First Birthday tickers

tags

arquivos

2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

links