Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Gorda vs Magra

por C., em 15.11.14

Cada vez mais se ouvem polémicas sobre o ser magra e o ser gorda. Se há uns anos era moda ser-se magra, agora parece que os novos calendários estão repletos de mulheres curvilínias e bem avantajadas.

Cada um é como é, e não percebo o porquê de tanta polémica sobre corpos. O importante não é ser saudável?

Eu sou magricela, por natureza! Não tenho ar de anoréctica mas se vos disser que peso 44,5Kgs se calhar ficam  a pensar que passo fome ou que vomito o que como. Não. Não faço isso, mas como de forma saudável. Não me vão ver a comer fast-food muitas vezes ( 2 ou 3 vezes por ano), ou a fazer fritos em casa ( excepto umas batatinhas ou uns panados que de vez em quando também nos sabem bem). Por norma faço exercicio físico e como de forma saudável.

 

Não entendo. Há uns tempos fizeram mil e uma notícias porque as modelos eram anorécticas, sem sequer avaliar cada uma individualmente para saber se a modelo era magra por natureza, ou sofria realmente de perturbações alimentares. Agora aparecem anúncios com mulheres que parecem ter excesso de peso com frases do género " Mulheres normais e verdadeiras" escrito por cima!Na minha opinião, deveriam ver sim o estilo de vida de cada um, façam as análises e vejam quem é ou não saudável.

Em miúda fui gozada diversas vezes por ser uma trinca-espinhas, um pau de virar tripas, entre outras maravilhas. Mas agora, 15 anos depois mais  três filhos, chego á conclusão que ser magra nem é tão mau quanto isso. Eu gosto, apesar de que não me importava de ter o peito um pouco maior. Acredito que todos temos uma ou outra coisa que gostaríamos de melhorar no nosso corpo. Mas nem sempre tal é possível. Aumentar o peito de forma natural só ficando novamente grávida e cheia de leite! :D

Ser magro demais não é saudável, mas não me venham agora dizer que só quem é "gordo" é que é normal, ou real, ou seja o que for. E que os homens até gostam mais das cheinhas... cada homem há de ter as suas preferências sejam elas mulheres mais gordas, mais magras, mais altas ou baixas, ou com o rabo redondo ou quadrado! Nós mulheres também temos as nossas preferências quanto aos homens.

Pior do que isso, é fazer crer ás pessoas, que o normal é ser-se gordo! Porque se realmente ser gordo é que é, não vejo o porquê de tanta publicidade e tanto esforço para evitar a obesidade infantil. Não queiram que os vossos filhos caiam na infelicidade de ter um metabolismo como o meu que deite tudo fora guardando o essencial para viver e ser saudável, tornando-se palitos ambulantes. Acredito que estejamos a cair no mesmo erro de quando o ser magra é que era.

Eu sou magra, e acho que não me sentiria bem se fosse gorda ( apesar de me sentir melhor com  mais uns 3 ou 4 kgs). Já fiz diversas dietas para engordar mas nunca consegui ganhar mais 2 kgs (e que foram uma vitória), mas sou saudável pelo menos até à data. Se uma pessoa é mais rechonchuda, saudável e gosta de si própria assim, ótimo! Então poderei dizer que estamos ambas no caminho certo.

Cada um é como é, e somos todos especiais à nossa maneira. Não podemos querer ser todos iguais. Estes modelos de fisionomia que a humanidade "impõe" através de revistas ou photoshop é ridícula e afecta-nos demais. Porque sim, eu também olho para as revistas e "invejo" a pele lisa de uma ou o decote de outra. Mas passa assim que fecho a revista, que nem sempre é o que acontece com outras mulheres ou meninas. Mais saúde e menos polémica sobre corpos é o que se quer.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00

A vida é uma praia.

por G. o gajo., em 19.05.10

"Life's a Beach."

 

Esta frase, pensando bem, tem sentido. A vida é uma praia. Pode ser agradável, se soubermos nadar, e se não nos importarmos com os grãozinhos de areia que ficam nas virilhas. Pode ser desagradável, se o mar estiver revolto, ou o tempo agreste. Mas mesmo com estas condições podemos apreciá-la. A praia, claro.

 

Temos os anormais que insistem em fazer amonas aos mais incautos (políticos?), os que passam a correr, atirando areia para cima das toalhas dos outros (os chicos espertos que andam no trânsito?), os que passam à frente na fila do gelado (outros chicos espertos que passam à frente nas filas...pois.). Podemos passar um dia descansado a tomar banhos de sol e mar, ou passar o dia a barafustar com os miúdos a jogar à bola, ou o bebé a chorar, ou a areia nos calções, ou que a maré está a encher, ou milhares de outras razões que. vendo bem, não são tão diferentes das razões que levam aos barafustamentos da vida.

 

Um dia de praia é um dia cansativo. De chegar a casa e cair para o lado...ou não. É um cansaço bom. A mim dá-me para chegar a casa e acender o lume do churrasco. Um cansaço bom. Cansado do corpo mas descansado da cabeça. Alguns dias da vida são assim. Não tantos como os dias de praia. Infelizmente.

 

 

Talvez devesse viver a vida como se um dia de praia se tratasse.

 

 

P.S. - Dia de praia no sentido figurado! Como bom pai, os nossos dias de praia são das 9:00 às 10:30 e das 16:30 até apetecer...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:57

Eyjafjallajokull

por G. o gajo., em 30.04.10

Passou-se da cabeça, cuspiu fogo e cinza, o espaço aéreo europeu fechou. Nada de mais na Islândia, que parece que estão habituados. Pronto. Milhares em terra, a tentar voltar para casa ou ir de férias.

A meu ver, e depois de prolongada investigação, chego à conclusão que Eyjafjallajokull  é a expressão islandesa para "Seus FDP's vou atrasar as vossas encomendas 1mês e lixar-vos as férias e tudituditudo! Pimba! E não bufa."

 

E de modos que é isto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:43

Soninho

por C., em 04.04.10

Hoje li um artigo sobre o sono numa revista . Segundo eles o ideal de sono para os meus dois filhos (3 - 5 anos) seria de 12 a 14 horas. Até aí tudo bem, eu também concordo PLENAMENTE! O que eu gostaria de saber, é como conseguir dar aos meus filhos esse tempo de repouso.

Ora de semana os meus filhos deitam-se às 21h e levantam-se às 7h.

Levantam-se às 7h porque eu inicio o meu serviço às 8h, logo deixo-os dormir até ao último minuto e depois é uma correria ( claro que quando os acordo já eu estou toda despachadinha!), eles ficam prontos às 7:45 para irem para a escola.

Depois ao fim do dia,chegamos a casa por voltas das 19h. Ora nessas 2horas (19h - 21h) trato de banhos, jantares, apoiar nalgum trabalho de casa que tenham ( da escola ou estudar o violino), e depois dos dentes lavados lá brincamos um pouco e chega a hora da história (uma para cada um) logo seguida de beijos e caminha. O certo é que tudo passa num instante e a sensação que tenho é que quase não me dediquei a eles...

Resumindo...De noite os meus filhos dormem na melhor das hipóteses 10H. Ficam então em falta 2h pelo menos! O J. dorme a sesta na escola, portanto posso considerar que dorme o aconselhável. Já a E. não tem esse bónus.

Eu acredito que os estudos apresentados sejam relevantes! E que façam todo o sentido na TEORIA ! Porque na prática torna-se quase impossível.

Ao fim de semana eles dormem sempre um pouco mais. Ela ainda hoje dormiu hora e meia de sesta no sofá,e de noite foi das 22h às 9h. Mas nunca compensa as 10h que ficam em atraso da semana. Li o artigo e fiquei triste. Pois por muito que tente dar o melhor aos meus filhos, há certas coisas que são quase impossíveis !

Com certeza ainda este mês ou num próximo, irei ler que todos os pais devem disponibilizar cerca de 2 horas por dia para brincar com eles...e sim eu ADORARIA poder fazê-lo diariamente ( e não apenas ao sábado, domingo e feriados!). Que tal inventarem um subsídio de " criança 100% saudável e feliz", que proporcione às mães ( ou pais) a possibilidade de dar tudo o que é realmente recomendável! Paguem-me o que ganho para ficar em casa, e aí PROMETO JURO...farei tudo o que sai nas revistas, e muito mais!

Chateia não chateia??? Uma pessoa tenta fazer do seu melhor...e vêm estudos dizer isto e aquilo. Sim estou chateada!

Já agora...adoro ver os meus ninos a dormir! Fico mesmo deliciada!


 

Boa semana a todos... e descansem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:15

Viagens, pretos e farinhas.

por G. o gajo., em 17.11.09

Viagens...

 

A minha viagem foi adiada para a próxima 2ª feira. Mais um fds com a familia. Nada mau.

 

Pretos...

 

Pela 2ª noite seguida, durmo no sofá... quem sai beneficiado? o J, e claro, o preto.

 

Farinhas...

 

Pela nossa experiência desde que começámos a tomar conta de uma casa...se não estiverem satisfeitos....reclamem.

Quase todos os produtos têm serviço de apoio ao cliente. Usem-no, que é para isso que ele lá está.

 

1 - Há coisa de ano e meio, comprámos um pacote de fraldas para o J. (não foi o único que comprámos desde que ele nasceu, claro! Mas é sobre este que reza esta estória.) Estranhámos que nas primeiras 2 ou 3 noites ele acordava todo xixizado...por dentro e por fora da fralda. Enganámo-nos no tamanho? não...estranho.

 

Telefonámos para a marca. Super bem atendidos, expusémos o nosso problema e ponto de vista. Acontece que eles tinham mudado o design da fralda. Achavam que esta nova forma era melhor para as virilhas e não sei que mais. Perguntaram a nossa opinião. Respondemos que gostávamos mais do design anterior, em que não havia fugas...Passada 1 semana, tinhamos em casa um saco gigante de fraldas (do design que gostávamos)  mais vales no valor de 40€ para fraldas e toalhetes.

 

2 - Há cerca de 6 meses, num dos pacotes de queijo fatiado que os putos adoram, apareceu um ponto preto...bolor. Mau! O pacote ainda estava selado e havia sido comprado nesse mesmo dia.

 

Telefonámos para a marca. Reclamámos. Pediram para manter o pacote no frigo, porque necessitavam dele para análise. Foram a nossa casa buscar, e levaram 4 pacotes de queijos, mais uma malinha térmica para os lanches dos putos.

 

3 - Há um mês, igual ao caso anterior mas com queijinhos individuais. Vieram a casa recolher, deixar queijinhos e autócolantes para os putos. Muito bom.

 

4 - Desde há um mês que não conseguimos fazer pão na máquina. A mesma massa do ano passado, tudo igual. A massa não cresce, o pão fica massudo e enrijece assim que arrefece.

Telefonei, muito bem atendido, expus o meu problema. A Engª que me atendeu, foi de uma simpatia e atenção como há muito não ouvia. Explicou-me o processo da farinha e a razão do meu problema.

Parece que foi detectado que estas farinhas, quando expostas ao calor, perdiam o efeito da levedura. Morria. As farinhas foram recolhidas do mercado, mas houve algumas superficies comerciais que se borrifaram e continuaram a vender.

Prontificou-se a mandar-me um pacote para me ressarcir, apesar de não terem culpa no processo.

Recebi agora o saquinho. Mas lá dentro não estava um pacote sozinho, mas um pacote de cada tipo de farinha para máquina de pão que têm. Bem bom. Assim sim, se ganham clientes.

Não vos digo a marca mas, "o que é nacional, é bom!".

 

Por isso vos digo. Se acham que têm razão, se alguma coisa não vos agrada num produto, telefonem. Já pensaram que a vossa opinião sobre determinada característica de um produto pode ajudar essa marca a melhorá-lo? Pensem nisso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:09

Conversas...

por G. o gajo., em 25.09.09

À hora do jantar:

 

C - E. como se fazem os bébés?

E - O pai mete a sementinha na barriga das senhoras...

C - Das senhoras?

E - errrr...da mãe. Pois.

G - E porque é que o pai não mete a semente em muitas senhoras? Porque a mãe ficaria chateada?

E - Não pai, por causa da Gripe A!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:47

Daqui a 20 anos...

por C., em 30.03.09

Este post encontra-se também  aqui. Foi escrito para o Clube Mammy, mas decidi também colocá-lo no meu blog . Trata-se de falarmos sobre como nos imaginamos daqui a 20 anos...aqui vai:

 

Bem, daqui a 20 anos para começar já eu tenho 50!!!! Ou seja, tenho meio-século de vida e muita experiencia!!!

A E. deve estar em Coimbra  a gastar o $$$ que juntei para se tornar cardeologista como diz que quer ser...

O meu J. deve andar sempre com a prancha de surf atrás, a mostrar-se às garinas...possivelmente  até  se torna modelo da BillaBong ou coisa do estilo...

imagino-o a discutir comigo porque quer abrir uma loja de surf e dar aulas e tal aos miúdos que também querem ser surfista como ele! ( se assim for vai ser bonito ).Com 22 anos e cabeça de 12!!!!

Talvez tenha ainda um/a pequeno/a na flor da adolescência...15/16 anos.

Imagino-me aos Fins-de-samana a  deixar a casa nas mãos dos meus filhos e ir passear com o meu G.

Namorar como se tivéssemos ainda 18 anos!!!! ( Incrível como adoro namorar).

A parte pior vai mesmo ser de 2ª a 6ªf...continuar com este rotina de trabalho. Ainda tenho a hipótese de ganhar o Euro-Milhoes entretanto...mas isso já seria um "daqui a 20 anos" muito longo ...fica para a próxima!!!

 

Nota: que estejamos todas aqui no Clube daqui a 20 anos !


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:58

Pão por Deus

por C., em 01.11.08

Hoje é dia de Pão por Deus, muitas crianças andam na rua a pedir doces mas poucas são as que sabem o significado deste...

 

Ontem a E. foi com a escola ao Pão por Deus, todos contentes com o saquinho com meia duzia de bolachas e rebuçados, foram ao Lar, à escola primária, às cozinhas...Mas mais importante do que pedir os doces, é terem aprendido o que é o "Pão por Deus".

 

                                 "Pão por Deus"

 

Com o pedir de porta em porta, as crianças lembram o tempo em que se agradecia a Deus o bom ano de colheitas. Repartiam-se com quem tinha menos o que se guardava nas arcas.

 

Retirado de um trabalho feito pelos alunos todos da sala da E. na escola.

 

A parte sublinhada vem explicar o porquê deste ano termos decidido não irmos ao Pão por Deus.Claro que as crianças gostam e há sempre os avós que se lembram de comprar uns docinhos ou umas lembranças para "celebrar" o dia. Como cá por casa nunca nos faltou nada, decidimos dar a quem mais precisa, e não pedir sem precisarmos.

 

Compramos sim foi um mealheiro para ajudar as crianças maltratadas. Fizemos a nossa parte de "caridade" ajudando quem mais precisa.

 

Este ano gostava muito de como no ano passado dar os brinquedos que não brincam aos meninos que não têm...mas estou a ver o caso mal parado. Os meus ninos não têm muitos brinquedos (no ano passado levaram uma "rasia") e os que têm não se querem desfazer deles. A ver vamos...

 

Bom fim de semana a todos .

 

C.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:52

Voltei...com dúvidas..

por C., em 25.08.08

Depois de escrever o Post anterior estive a "conversar" virtualmente com uma amiga minha.Fui-me de deitar e fiquei com vontade de vir aqui escrever algumas dúvidas que apareceram fruto da nossa conversa...

 

O tema da conversa era a educação dos nossos filhos, no qual falávamos do facto de existirem miudos "mais fáceis" de educar do que outros devido á sua natural personalidade.

As dúvidas que tenho são...

  • Até que ponto a educação supera o feitio e personalidade de uma criança?
  • O que prevalece? A sua natureza, ou a educação dada?
  • Até que ponto podem os pais moldar uma criança?
  • Existem teorias  que dizem que a educação vem ainda do interior da barriga...será possível?

Claro que todas estas minhas dúvidas são pertinentes...e difíceis de responder.

Como sabem os leitores deste meu Blog, tenho 2 crianças. Uma de 3 anos e meio, e outra de ano e meio. Por sua natureza BEM diferentes...a mais crescida é deveras  muito mais calma. Ambos são teimosos, mas o mais novo bem mais que a E. (a primogénita)

 

Muitas pessoas  dizem-me  que a E. tem uma personalidade muito vincada..e que não vai ser fácil lidar com ela mais tarde. É verdade que podem estar os amigos todos a andarem de patins....que se ela decidir que não, é não! Tem as suas ideias muito fixas, mas contudo consegue-se alterar uma ideia que ela tem das coisas se esta for bem justificada. 

Em relação ao meu J. ( e tendo em conta a diferença de idades) tem um feitio não tão fácil de "moldar", ele é extremamente teimoso e impaciente/nervoso. Se as coisas não lhe correm como programado fica logo enervado e por muito que se explique o porquê das coisas ele teima em fazer à maneira dele.

A E. sempre foi muito obediente, já o J. é preciso estar muito em cima dele para o ser.

 

A maneira como lido com cada um dos meus filhos é diferente consoante o feitio e personalidade deles. Até que ponto estou a conseguir educa-los de forma idêntica? Apesar de serem diferentes existem certas "regras" que são iguais, será que devido aos diferentes feitios conseguimos passar as mesmas mensagens? Serão eles ambos pessoas sociáveis , que respeitem o próximo e que se façam respeitar? Claro que só o futuro o dirá...mas dá para pensar não é?

 

Se os meus filhos estivessem nas mãos de outros pais até que ponto seriam o que são? Seriam melhores? Piores? E já agora...até que ponto estamos preparados para educar o filho que carregamos na barriga 9 meses? Existirão pais que consigam educar melhor que outros consoante as diferentes personalidades\feitios?

 

Bem...vou mas é ver se durmo que me estou a sentir quase filósofa ou coisa do género...loooool.

 

Se puderem comentar e dar a vossa opinião...agradeço! ( aceito sermões ...mas não como os meus!!!)

 

E já agora...OBRIGADA Sofh por me fazeres pensar tão aprofundadamente nestes assuntos! Aprende-se sempre qq coisita...

 

C.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:05


Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D