Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Olhares Azuis

Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

Olhares Azuis

Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

A minha Amorinha

Bateu palmas hoje pela primeira vez!!! {#emotions_dlg.drool}

Isto tem sido muita aprendizagem junta. São sons, palavras, o quase gatinhar ( para trás já gatinha e para a frente é uma espécie de saltos de coelho!), o estar em pé  e agora as palminhas.

 

Esteve 38 semanas na minha barriga. E faz hoje 39 semanas que nasceu. Já vai com uma semana a mais fora de mim...

Os meus ninos

 

Não existem palavras para descrever os sentimentos bons que estes três seres despertam em mim. E pensar que fui eu com o meu amor grande que fizemos estas três ternurinhas. Como é possível? O milagre da vida é mesmo mágico, maravilhoso, fabuloso.

Nada pode substituir as minhas crias e o que sinto por elas. Coisas boas da mamã...

Ser mãe de 3

é muito bom.

  • São beijos a triplicar
  • Mimos a triplicar
  • Leituras e brincadeiras a triplicar
  • AMOR a triplicar
  • Abraços a triplicar
  • Conversas a triplicar 
  • conquistas e aprendizagens a triplicar

 

Mas também é...

  • mais roupa para lavar, estender, apanhar, dobrar, engomar e arrumar
  • mais MAMÃS a ouvir por dia por tudo e mais alguma coisa ( nem que seja para dizer " vou beber água" ou só mesmo " mãmãmãmãmã")
  • mais brinquedos espalhados pela casa toda
  • mais loiça a lavar
  • mais camas a fazer

 

E como fica o saldo? POSITIVO!( mas com muito cansaço...)

Difícil é chegar ao fim do dia e cada um deles me querer exclusivamente , quando na verdade só me apetece despachar as coisas e anichar-me no sofá.

A minha Amorinha

já se aguenta em pé sozinha !!! {#emotions_dlg.drool}

A nossa princesinha pequenina já s levantava na cama, agarra-se às grades e lá se coloca em pé. E hoje fez o "tem tem" na sala quando a larguei.

Assim que o pai chegou  do trabalho viu logo a proeza. Os manos bateram palmas, foi uma festa e depois disso a amorinha só pulou e pulou sem parar de contente de tanta alegria.

 

Amanhã, lá vamos nós treinar mais um pouco. Ela gosta de andar agarrada ás minhas mãos. A próxima aventura serão os passinhos , ou quem sabe aprenda a gatinhar ( ela bem tenta, mas opta por movimentar-se de rabo no chão) !

 

Estou mesmo orgulhosa, hihihi. Estes 8 meses passaram tão depressa, e fez já tantas conquistas. Sou mesmo uma mãe babada {#emotions_dlg.happy}.

5 Km

Ontem juntei-me a um grupo de gaijas e fui correr. Fizemos 5 km, sendo que eu corri 4,5 km e outros 500 metros fui a andar.

Já não corria desde 2007 o que faz alguma diferença!

Hoje TENHO de saltar à corda, ou vou começar a sentir as pernas doridas.

Agora que comecei, é não parar. Quero o meu {#emotions_dlg.heart} saudável, a mente livre, e é um momento que tenho dedicado a mim mesma.

Agora vem aí o fim de semana , por isso pessoal não há desculpa. TOCA A MEXER!!!!

 

                                                        

Família

Ando a ler este livro :

Este é um livro que não posso ler todo de seguida ou fico logo com vontade de ter uma catrefada de filhos!

Trata-se do testemunho de várias famílias com um mínimo de 4 filhos. As aventuras, modos de vida, etc.

E se existem famílias cujo poder financeiro parece ser acima da média, onde o apoio familiar é muito, etc.. outras existem em que o orçamento é apertado , tudo é controlado, e não têm apoio de familia por perto mas onde a alegria e o amor reinam da mesma forma.

 

Afinal de contas, tudo é relativo certo?

 

No que nos toca, posso dizer que o orçamento familiar é todo bem controladinho. Prendas só no natal e nos anos.

Ainda esta semana a fada dos dentes passou por cá, e o que deixou foi uma moeda de 50 cêntimos ! A E. foi logo a correr colocá-la no mealheiro.

Não vivemos mal (de forma alguma!), mas não nadamos em $. Apenas gastamos o necessário para que os nossos objectivos de vida se concretizem. Tenho dois em colégio IPSS, e espero poder mantê-los quando passarem a 3 . Não vai ser fácil, mas havemos de conseguir!

Na altura da inscrição dos miudos, e com os nossos horários de trabalho, chegámos à conclusão que a diferença entre o colégio e o ATL compensava o esforço. E assim fizemos!

 

Quanto à família, posso dizer que tenho sorte. Sei que se precisar ( e são extremamente raras as vezes) os avós tanto maternos como paternos estão disponíveis para nos apoiar com as crianças.  Conto pelos dedos de uma mão as vezes que ficaram na casa dos avós.

A tia J. liga muitas vezes a pedir que lá fiquem a brincar ao sábado à tarde. E confesso que me custa deixá-los ir, quando o fim-de-semana é a altura em que mais tempo tenho disponível para estar com eles. E se por vezes nego, outras ficam tão felizes de fugirem cá de casa, e poder sair das regras cá de casa ( em casa dos avós é sempre diferente!). A Avó Isa gosta mais de uma tarde de cinema, com direito a gomas ou pipocas ( ou mesmo ambas!), a sabemos que é (quase) sempre na férias de natal que esse dia acontece.

 

Gosto muito de sentir que eu e o meu marido nos desenrascamos muito bem com as crianças. Não sei se teria estofo para mais uma...mas sei que com 3 , tudo corre muito bem ( apesar de haver dias em que estou mais morta que viva!).

 

 

Pág. 1/2