Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Olhares Azuis

Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

Dedicatória do meu amor à minha pessoa ( dia 31/03/2017)

Somos 7. Uma tribo, uma equipa, uma família. Matriarcal, patriarcal, orientada aos filhos , à carreira, aos estudos. 7 indivíduos e no entanto 7 partes de um só organismo. E um elo de ligação... A Mãe. E que mãe!

Nestes últimos 7 meses, difíceis, ansiosos, preocupados, expectantes, o elo de ligação.

7 meses de (muito)trabalho, obras inesperadas mas necessárias, apoio nos estudos, preocupação pelo estado de quem vinha, sem descurar quem já cá estava. O miminho, a história para dormir, o bolinho ao domingo à tarde, o abraço, o beijinho. O elo de ligação.

O objectivo traçado, cumprido, sem 'mas'. Sim, porque A Mãe de quem falo não quis 'ter mais um'. Quis, sim, aumentar a família, fortalecer o elo de ligação.

Mãe, Mulher, Companheira, Amiga.
A culpada do que sou e de quem sou hoje. Não seria nem teria atingido metade do que sou ou atingi.

Sortudo eu por a ter a meu lado, por estar ao lado dela.
Sortudos os meus, nossos filhos, por a terem como mãe. Ricos, de uma riqueza incalculável.
Porque não divide o seu amor, mas antes o multiplica.

Sortudos somos nós. Ela é a sorte que temos.

(Postado aqui depois de dito à Mãe e com a sua permissão , pois ela merece. Isto e muito mais)

 

G.

Quanto tempo falta?

G. : Quanto falta para acabares de tirar leite?

Eu : Cerca de 30 ml .

 

Sim, neste momento o tempo não é medido em horas, minutos ou segundos. Nesta casa com recém-nascidos, o tempo mede-se em mililitros. Ou por vezes em quantidade de fraldas ou roupas a trocar.

E é tão bom esta nova noção de tempo, é tão mais simples do que o tic-tac do relógio.

A primeira semana das babies

A primeira semana foi muito emocional. Eu passava de felicidade máxima a vontade de chorar em segundos.

Sempre achei que chegaria às 36 semanas, e o facto delas terem vindo uma semana antes foi difícil para mim.

Estarem na incubadora, e apesar de estar tudo bem, foi duro. De noite ouvia os bebés nos quartos ao lado e não conseguia dormir a pensar nas minhas princesinhas sem mim.

No primeiro e segundo dia, como só tinha colostro, deram LA ( prematuros) por sonda mas elas não faziam a digestão. Eu passava os dias ao lado delas, a olhar e sempre que verificavam o que tinham no estômago de 10ml faziam depósito de 8ml. Eu claro meti as mamas ao trabalho !! Pedi uma bomba para o meu 4º, e de 3 em 3 horas espremia-me toda para retirar 5ml de colostro/leite. Felizmente, as enfermeiras eram impecáveis, e davam sempre o pouco que conseguia antes do LA. Elas começaram a digerir melhor, e à medida que fui aumentando a produção iam reduzindo no LA até ser só leite meu ao 4º dia.

Tanto eu como o pai fomos fazendo canguru pele com pele pelo menos 3h por dia. Acredito que ajudou no processo.

 

Começarem a comer demorou 5 dias. O que me pareceu uma eternidade! Mas assim que o reflexo de sucção foi adquirido, foi um instante. Elas fazem tudo ao mesmo tempo, e quando uma começou a outra também .

Não perderam muito peso ( cerca de 150 gr), e recuperaram depressa.

 

O coto caiu ao 5º e 6º dia, ainda no hospital.

Tiveram alta no dia 5 de abril ao fim do dia, e ficamos super felizes !!! Nem parecia realidade.

Foi a melhor prenda que demos aos ninos, que assim que as viram na carrinha deliraram !!!

 Os manos viram as babies no dia que nasceram. Todos estavam radiantes.

A A. achou-as " muito fininhas". O J. só dizia  " são tão lindas".  E a E. repetia aos gritinhos histéricos que nem acreditava  que já tinha as irmãs gémeas cá fora .

 

Eu recuperei relativamente rápido. Inchei MUITO.  Nunca tinha ficado naquele estado... mas de resto tudo ok.

 

As pessoas ligavam-me e mandavam mensagem sem parar. As perguntas repetiam-se e foi difícil perceberem o porquê de não poder ver as babies ( na neo/ ucin  só os irmãos, e avós directos podem entrar). Todos os dias era bombardeada com o " já estão no quarto contigo?" , " já as podemos ver?" , e perguntas do género. Eu passado 48h saturei e deixei de responder simplesmente. Já estava a ser difícil e a pressão não ajudava de todo !

 

Foi uma primeira semana intensa, mas repleta de amor e felicidade.

Tentei dar atenção aos 3 ninos quando me iam visitar e correu sempre tudo bem.

Fui muito mimada pelos filhotes e pela família.

 

LO.jpg

 

E para terem noção do quanto pequena são/eram :

Lisa.jpg