Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Olhares Azuis

Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

Escola - reunião extraordinária

Fui convocada para uma reunião ( não programada, de última hora) de turma da minha filha mais velha. Está no 8ºano. O assunto da reunião era bem claro, COMPORTAMENTO e APROVEITAMENTO dos alunos.

Sobre o primeiro ponto, os alunos não são mal educados, mas são sim mal comportados. A turma é de 28, e dos 28 a maioria está na conversa, e os outros estão noutro planeta (os mais introvertidos como a minha E.). Sobre este assunto a E. já se tinha queixado por diversas vezes. A falta de concentração provocada pelo burburinho constante, ou o tempo perdido em aula para chamar a atenção dos grupinhos faladores fazem com que ela se perca nos pensamentos.

Sobre o segundo ponto, a Directora de Turma foi clara. Neste momento, metade , METADE,  da turma está prestes a chumbar. Neste momento os repetentes ( que são 3 ) estão igual ou pior que no ano anterior, e outros 11 têm duas ou mais negativas. Este caso não se aplica à minha E. directamente ( ela realmente baixou as notas mas nada de preocupante), mas afecta sim indirectamente.

 

Eu estava "preocupada" , e, felizmente, o caso dela não é "grave". Mas confesso que a reunião não correu como esperava. Eu estava à espera de pais com vontade de puxar pelos filhos, de motivar as crianças e criar estratégias para melhorar o grupo. A realidade foi outra...e deixou-me a pensar sobre o futuro dos nossos filhos. Pais que pedem para que os professores dêem a papinha toda feita para facilitar o estudo, pais que perguntam porque não dão as aulas como no 5º ou 6º ano pois nesse ciclo tudo correu bem, pais que perguntam se não podem mudar de professores...

Na reunião de ontem, senti-me a "mãe-do-contra". Cada vez que um educador opinava, lá estava eu de mão no ar para ripostar ( acho que não concordei com NADA!!). Como podem querer que os nossos filhos se desenvolvam se a desculpa do comportamento "são as hormonas, e os professores têm de ter paciência e ter mais pulso"? Como vão os nossos filhos, que estão a meio do 3ºciclo, aguentar um secundário se não estudam a não ser que tenham TUDO explicado como se estivessem na primária? Como vão os nossos filhos VIVER simplesmente, se quando têm um professor que gostam menos os pais pedem para trocar? Estarão os pais a esquecer-se que é AGORA que devemos guiá-los sobre como se concentrarem criando estratégias, é agora que devem estudar por si e encontrar a melhor forma de o fazer ( podemos claro dar um apoio se necessário). E para mim, a pior de todas... pela vida fora os nossos filhos terão de viver, conviver, trabalhar ,falar com pessoas que gostarão menos. Faz parte da vida! É agora que devem aprender a lidar com a frustração de "aturar" uma pessoa que gostam menos, para mais tarde viverem em sociedade e saberem lidar com as diferentes personalidades.

Saí de lá frustrada.

Mães que acham piada ao facto dos filhos terem duas cadernetas ( uma com as boas notícias e outra que nunca é assinada).

Pais que acham normal "estudar" com colegas através do messenger.

 

Serei eu que estou errada?

Em casa falei com a E., com o J.( que está no 5ºano) e com o G.( marido) sobre o assunto. Disse que a DT solicitou que os pais verificassem os cadernos dos filhos. Eu disse à E. que não o iria fazer( ao J. vira volta dou uma espreitadela), pois confio nela. Ao primeiro motivo para desconfiar conversamos , esclarecemos e resolvemos tomando as devidas disposições. 

Sinto que está tudo de pernas para o ar...ou eu estou no planeta errado!

 

 

 

 

Por cá se come

Desde os 6 - 7 meses que tentamos dar às minis comidas "inteiras" para se habituarem aos diversos sabores e texturas. Foram amamentadas em exclusivo até aos 6 meses, e só depois começamos a AC ( alimentação complementar).

Não é BLW pois por terem baixo peso iniciamos as sopinhas nessa mesma altura. Podem chamar o que quiserem ,darem um nome pomposo (ou não), eu chamo apenas de COMER. 

Elas adoram comer pelas mãos delas. Devoram tudo com muita felicidade, sorrindo alegremente.

                           Olívia

                                                                DSC_7611[1].JPG

DSC_7612[1].JPG

 

                            Lisa

DSC_7613[1].JPG

DSC_7614[1].JPG

 

 E no final...não sobra nada!

DSC_7619[1].JPG

 

DSC_7630[1].JPG

DSC_7638[1].JPG

 

Livros da nossa casa

Ora hoje partilho os livros que andamos ( eu e o G.) a ler.

 

A escolha dele :

DSC_7610[1].JPG

 

Já eu ando virada para as adolescentisses. De vez em quando gosto de ler sobre parentalidade. Não sigo os livros, mas gosto de ler opiniões, formas de educar ou de resolver situações ou mesmo conflitos. É engraçado ver como a educação é de tal forma variada que não existe o certo ou errado, apenas diferente! E tenho retirado muita informação útil.

Deste livro já li dois capítulos que JURAVA se tratar do meu J.! Ele tem 11 anos, e não está em fase de adolescência ainda, mas algumas atitudes já lá estão. E bom, pelo que estou a retirar do livro, AMOR acima de tudo , saber negociar ( ninguém deve perder ou ganhar na relação pais-filhos) , e não ser permissivo ( eu até acho que por vezes somos rígidos demais, mas eu sei que o G. não concorda com este "demais"). Estou a gostar de ler e aconselho, pois o livro dá exemplos de comportamentos, explica o porquê destes e dá dicas de como lidar com eles.
 

DSC_7609[1].JPG

 

 

O mar

Vivemos perto do mar, do nosso quintal e de algumas janelas conseguimos avistá-lo.

Mas o melhor de tudo, é poder a olhar e contemplar esse imenso azul todos os dias. O caminho que faço para levar os meninos à escola é sempre rente ao Oceano. Todos os dias, comentamos como está o mar, brincamos com a quantidade de gaivotas em terra ( chamamos-lhe a SeagleSummit), contamos barquinhos, e até opinamos se as ondas estão ou não boas para o surf !

Quando os vou buscar à hora de almoço, o brilho do sol na água é simplesmente deslumbrante.

Ao fim do dia, é o pôr do sol...e aí também fazemos as previsões metereológicas para o dia seguinte devido à cor do céu.

Os meus filhos adoram o mar, e é raro o dia que não se fale nele. São 18 km de caminho, sendo 13 deles sempre de olhos postos na água.

 

Se não tenho sorte, então digam-me o que tenho! Porque realmente, isto é LUXO para os meus olhos!

 

Coisas cá de casa

O quarto das minis tem soalho de madeira.

A casa tem 15 anos, e a madeira dilata.

As minis dormem no mesmo quarto.

As minis nem sempre têm o mesmo horário de sono.

 

Resultado destas premissas? Adivinham?

Eu a saltitar de tábua em tábua em bicos de pés, ou mesmo voando com asas de fada imaginária, para evitar as tábuas que rangem (por norma sei quais são...mas de noite vira volta lá piso a errada!)  quando umas das minis acorda para mamar. Isto porque não quero acordar a outra. Ainda a juntar o pormenor de ter de ser rápida ( turbo ligado portanto) para evitar que a que está a dormir oiça a irmã, e/ou se aperceba da claridade que vem do corredor ( ainda não consigo fazer tudo às escuras, embora muitas vezes tenha os olhos mais fechados que abertos).

 

E é isto...Bom Fim de Semana e Sejam Felizes!

 

 

Amorinha e Sarilho

Vira volta a Amorinha pede para ficar em casa com as maninhas e a mamã. Não digo sempre que sim, mas de vez em quando acedo ao pedido. Hoje foi dia!!

Enquanto eu estendia as fraldas, a pequena A. fingia ser a "Brave"!

E diz que quando for grande quer treinar dragões e monstros para ninguém lhes fazer mal.

DSC_7601[1].JPG

 

DSC_7600[1].JPG

 

DSC_7599[1].JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os cães, que a adoram, não tardaram a ir ter com ela, que rapidamente largou tudo para os mimar.

DSC_7607[1].JPG

 

DSC_7605[1].JPG

DSC_7606[1].JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu juro que adoro o sorriso do meu Sarilho! Cada vez mais acredito que ele adora que lhe tire fotos .

 

DSC_7603[1].JPG

 

 

DSC_7604[1].JPG

 

E graças a este maravilhoso, as crianças ainda brincaram todas até ao fim do dia às escondidas. Chamei-os eram 19h!! Já estava escuro. Que felicidade a deles ( e sorte de viver no campo e ter um quintal para correr e brincar)!

 

Ser mãe ( de 5)

Costumo dizer que nasci para ser mãe. É isso que me faz feliz, é isso que me sustenta o ser.

Mas nesta fase, confesso que tenho saudades de ser "livre". Desde que nasceram as minis estiveram e estão sempre comigo. 24/24h - 7/7d.

Ando cansada, e sinto vontade  ( necessidade) de ter tempo para mim,de ter tempo para estar com o meu Amor ( G.), de poder fazer as coisas com calma. Mas a realidade é outra. O corre corre diário. O levantar cedo depois de noites mal dormidas ( pois...afinal o dormir a noite toda foi apenas durante pouco mais de uma semana ), o despachar as crianças e fazer a distribuição pelas escolas. O chegar a casa, tratar das pequenas e mimá-las, arrumar a casa, tratar dos montes de roupa que se acumulam por engomar, preparar as refeições, etc.

E se tem dias que as minis colaboram e pareço uma mãe e dona de casa perfeitas, outros tem que só querem estar penduradas em mim quais macaquinhos, e aí a perfeição fica a léguas da minha realidade!

E depois, o sair a horas para ir buscar os miúdos à escola, e começa a segunda fase do meu dia. Tudo em casa, banhos, TPCs , todos a quererem conversar sobre o seu dia, enfim...sabem ( quem tem filhos pelo menos, os outros dêem asas à vossa imaginação) como são os fins de dia - um reboliço!

Depois, vem a noite. Quando todos estão deitados, aconchegados e com aquele ar de anjo maravilhoso. E aí...vou arrumar a cozinha, roupas, preparar as coisas para o dia seguinte, tomar o MEU DUCHE ( que é sempre mais que merecido!). As minis acordam para mamar leitinho, e finalmente a cama... onde leio durante uns míseros 30mn ( poucos mas bons!).

E é isto. Ser Mãe... .

 

Nota  : Aqui parece que me estou a queixar, mas sei que daqui a uns anos terei saudades desta confusão total e de toda esta falta de tempo!E por isso, apesar de cansada e com vontade de ter tempo para mim, escrevo satisfeita da vida que tenho ( enquanto almoço!).

 

 

Livros da nossa casa

Os mais novos já estão com livros " novos".

 

A Princesa E., parou os livros que andava a ler para se dedicar à obra solicitada na escola- A Eneida de Vergílio.

erica.jpg

 

O pirata J. continua nos mesmos moldes ( Minecraft), mas uma nova coleção.

joel.jpg

 

A Amorinha tem ouvido 2 leituras antes de ir dormir.

 

Adora as lengas-lengas de Alice Vieira " Eu bem vi nascer o Sol" ( já sabe imensas de cor!).

E adquirimos o livro  "Diz-me Porquê? "  . É muito interessante, e é óptimo para explicar emoções! Aborda diversos temas  (  eu, a minha família, a vida, o mundo e o universo quotidiano da criança) :  Porque fazemos birras?Porque é difícil pedir desculpa? Porque existem guerras? Os animais percebem tudo o que dizemos?- são alguns exemplos.

Eu optei por fazer a pergunta e ela responde. Depois então leio a resposta do livro. Tem sido muito bom! Por vezes damos por nós a comentar as duas, aparecem os irmãos mais velhos e juntam-se a nós para discutir o assunto.

alice.jpg

Ãs minis agora gostam muito de tocar com as pontas dos dedos e de sentir com a boca também. Então andamos mais nos livros sensoriais.

Os dois mais pequenos da coleção Toca e Sente do Bebé oferecidos pela tia C., e os outros dois são de fantoches em pano com cenários.

minis.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pág. 1/3