Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Olhares Azuis

Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

29 de Março 2017

Eis a data em que conheci as minhas nininhas Lisa e Olívia.

Na semana anterior já tinha muitas contrações, e o ctg já as acusava com intensidade ( mas não ritmadas). Tive duas noites que estava no vai não vai ao hospital. Mas naquela quarta-feira nem tinha nada de especial.

 

Lá fui em jejum para mais umas análises de rotina. Com eco, ctg e tudo o que tinha direito. Mas logo a seguir às análises fui internada. Confesso que desta vez não estava nada nervosa. Queria sim, que me dissessem que dava para esperar mais uma semana. Era importante para mim chegar às 36 semanas, mas não foi possível.

Ora lá fui para um quarto. Fazer o belo do clister ( detesto essa parte!). Colocar o cateter ( não custou tanto como nas outraz vezes, e foi logo à primeira!), vestir a bela da bata hospitalar.

Eram 10h e qualquer coisa e eu cheia de fome e sede. Lá me dizem que é agora. Dou um beijo ao meu marido que se vai "arranjar" e digo-lhe que não queria que fosse já. Elas estão bem é cá dentro, e sair tão cedo preocupa-me.

 

Na sala de operações ( sim, fui logo para cesariana por ter as 3 anteriores e serem gémeos) levei a epidural que não me custou nadinha. Entretanto chega o meu marido que mal reconheço ( vestido de cirurgião :P ).

De repente sinto um corte e grito um aiiiii. Explico que senti cortar, e não...não foi só uma impressão. Reforçam a dose, e de repente Aiiiiiii de novo. Aí o anestesista diz qualquer coisa que não percebo. Colocam-me uma máscara para inspirar 3 vezes e fico tão grogue mas tão grogue que até mete dó !!

Só me lembro de ter muito sono, de ver o meu marido a rir do meu esforço por me tentar manter acordada. Ele promete que me chama para as ver assim que nascerem e eu passo pelas brasas. Oiço-o chamar e oiço a Lisa a chorar, foi a primeira a sair pois estava encaixada e cefálica. Mostram-me, é minúscula ! Choramingo de emoção e dou-lhe os beijos possíveis. Adormeço de novo, sonho e tenho a sensação que passam cerca de 30 mn  antes de ouvir outro choro idêntico. Vejo a Olívia e emociono-me de novo. Beijos na pequena, nova choraminguice e tudo me parece um dejá vu . Dizem-me para dormir e descansar. Vou dormindo enquanto me fecham e oiço as enfermeiras a falar.

Depois sigo para o recobro.

 

Na realidade não foi nada assim. Elas nasceram com 2mn de diferença !! Foi tudo tão estranho para mim...a Olívia foi difícil de arrancar de mim. Nasceu de pés e a obstetra teve de a " ir buscar" . O meu marido diz que só via a médica toda em cima de mim, com o braço dentro da barriga a dizer " ESTÁ A FAZER-SE DIFÍCIL A MIÚDA".

Mas correu tudo bem.

 

Infelizmente e como eu temia não ficaram comigo e foram para a incubadora.

A Lisa nasceu às 10:59 com 1925 gr.

A Olívia nasceu  às 11:01 com 1880 gr.

Ambas com 42cm, e 31cm de PC.

 

Estar no recobro sem elas foi difícil. Só me apetecia chorar mas não dei parte fraca. O meu marido estava tão feliz e aliviado de estar tudo bem, não queria estragar a sua felicidade.Ele andava de um lado para o outro, ora ao meu lado, ora ao pé das nininhas. Ia-me pondo a par de tudo.

 

As primeiras fotos possíveis. Dentro da caixinha de vidro ( incubadora). Os tubos que vêm são só as sondas nasogátricas para alimentação. A nível respiratório estavam autónomas .

 

                                                                                       LISA

Lisa.jpg

 

 

                                                                                         OLÍVIA

Olívia.jpg

 

 E assim começou esta nova aventura...

 

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    C. 15.04.2017 10:32

    Sim vieram muito bem !!! Obrigada, abraço ;)
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.