Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Olhares Azuis

Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

Educadora/ professora

em conversa com uma colega tocou-se no assunto educação, e ambas concordamos num ponto que é muitas vezes "esquecido" pelos pais das crianças que andam na escola.

 

Pois bem, existe a educadora e a professora.

 

Como o nome indica, educadora existe para ajudar a EDUCAR. As crianças  vão para o infantário onde a educadora irá impôr regras que se devem cumprir, irá incutir o respeito pelos outros, o trabalho em grupo e demais comportamentos para que a criança vá adquirindo condições para se integrar na sociedade.

Claro que a educadora é um complemento aos pais, pois estes são o pilar da educação, o principal modelo que os filhos irão seguir. 

 

Depois, quando as crianças atingem uma determinada maturidade passam para um "nível" seguinte- a primária. Momento a partir do qual deixam de ser acompanhadas por uma educadora e passam a sê-lo por um/a professor/a (ou vários). Os professores têm uma função diferente dos educadores, pois vão ENSINAR. O que significa que apesar de continuarem a existirem regras, a criança já deve ter um certo nível de conhecimento de vida social. Saber diferenciar o certo do errado por si mesma, saber respeitar os outros, etc. Obviamente que tratando-se de crianças, e tendo em conta a idade, os professores vao impondo regras de comportamento para "encaminharem" as crianças no saber ser e estar ( ex: o silêncio na sala, saber esperar pela sua vez de falar, etc.).Mas a principal função do professor não é a de "tomar conta" dos meninos e educá-los, mas sim fornecer conhecimento e ensinar.

 

Os pais de hoje em dia querem muitas vezes "descartar-se" do fardo que é educar. Porque educar é difícil e dá BASTANTE trabalho. Ora passando as crianças a maior parte do tempo na escola, é bem mais fácil ser o professor a fazê-lo!!! O professor passa a ter um papel bem mais importante e carrega nas costas um peso que não lhe compete. Nós pais temos o DEVER de educar os nossos filhos .

 

No meu ver, nós pais deveríamos ser mais exigentes com os nossos filhos, para casos como este não sucedesse. Se estivermos atentos aos nossos filhos, se formos PAIS, será bem mais fácil formarmos adultos correctos e  respeitáveis. Nunca eu imaginei que algum dia os professores teriam MEDO dos alunos. O nosso mundo está a ficar virado do avesso, e a culpa é "nossa". Porque infelizmente "as crianças não percebem" .Quando vejo miúdos de 4 anos chamarem estúpido ao pai, e este achar que o filho é muito inteligente...é esta a nossa sociedade? Cada vez mais penso, em ALGUNS aspectos...Viva o Salazar!!! Nesse tempo o respeito era uma coisa "muito bonita".

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    C. 15.06.2009 20:41

    Olá!!! Concordo que os professores se devam fazer respeitar, o que não concordo é que por vezes o professor levanta a voz e mete o aluno de castigo vêm os paizinhos "reclamar" e defender a "pequena " criatura.
    Conheço um caso de um miúdo que escreveu nas paredes da escola, foi apanhado e suspenso ( 1 semana supostamente), os pais fizeram para lá um barulhão e lá voltou o miúdo à escola passado 2 dias. Resultado...agora ainda goza com o professor que o apanhou ( a criança tem 10 anos). Tudo depende do professor mas também dos pais!!! Se fosse meu filho além do castigo escolar levava castigo em casa!
    Os pais sentem-se "culpados" de passarem pouco tempo com os filhos, e muitas vezes acham que "desculpar e proteger" é uma forma de os compensar...daqui a uns anos terão o fruto do que semearam.Não sei como serão os meus filhos...mas o tempo o dirá :)
    Beijocas aos enérgicos e à mamã
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.