Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Olhares Azuis

Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

A minha princesa

teve muito boas notas! Estou muito orgulhosa e ela também está muito contente.

Segundo ela, já que teve muito bom a tudo quer ir ainda mais longe e ter excelente a tudo. Como ela diz e bem, faz sempre erros de falta de atenção e por isso raramente atinge o excelente. O mundo da Lua é tão divertido... eheheh.

 

Agora é aproveitar as férias para descansar a mente e brincar muito. O terceiro periodo costuma ser mais custoso, noto sempre que anda cansada.

Ela está como sempre muito entusiasmada com a escola. Adora e isto deixa-me descansada e feliz.  A professora diz que está mais participativa, mas quando tem dúvidas continua com receio de perguntar. Isto de ser tímida não é lá muito fácil de se gerir... e eu que sempre fui muito aberta nesse campo ( participativa, adorava ir ao quadro e lá estar à frente a mostrar os meus trabalhos!).

 

Ela está orgulhosa dela própria e muito feliz. E eu estou , como é claro, IGUAL!

Da escola e Joelês

A miúda hoje já trouxe trabalhos de casa. E para meu espanto era o nome dela para escrever e não é que ela sabe escrevê-lo ( primeiro e último) com uma letra bem bonita( não é de máquina, é à mão mesmo)!

Bem, ou estão a andar depressa, ou eu é que estou mesmo fora do ensino actual ...

Já escreveram nos cadernos, fizeram imensas fichas de português, matemática e mesmo estudo do meio!  Livros todos estreados portanto.

 

Estou a adorar....aiiiiii !!!!! {#emotions_dlg.sarcastic}

 

E o mais importante, ela está a adorar estar no 1º ano. Gosta muito da professora e das coisas novas que está a aprender.

Ontem perguntou-me se iria ser sempre assim a trabalhar muito. Quando lhe disse que sim disse: Mas e brincar na escola? Agora é só trabalhar??

Pois que tive de lhe explicar que sim...agora é sempre a sério {#emotions_dlg.confused}. Fez uma cara triste , e de repente dá um sorriso e : " Está bem! Eu também gosto de escola!"{#emotions_dlg.smile}

 

 

 

Ele está um meiguinho de primeira...Ora estava eu a ralhar com ele por deixar a roupa que despiu no chão em vez de colocar no cesto. Ele olha para mim e faz cara de " não me apetece". Eu faço uma chantagenzita " se não metes não conto história, pois também deixa de me apetecer". Ele muito depressa com voz de choramingas : " Bolas mãe ! E eu que gosto TANTO DE TI" ( ler as letras maiúsculas devagar e com entoação). Fiquei com a voz trémula e de lágrima no olho por ter feito aquela chantagenzinha. Só disse "Ó filho! Também gosto de ti, mas também tens de ajudar amor!" A E. olha para mim e pergunta-me porque estou com aquela voz {#emotions_dlg.barf}. Uma mãe não está preparada para isto!!


 

De manhã quer sempre ( sempre foi assim) uns 20 beijos e mais uns 30 abraços, mas agora repete imensas vezes " Gosto tanto de ti! És a minha melhor amiga! Queria ficar contigo o dia todo" e outra palavras/frases que me deixam com o {#emotions_dlg.heart} a bater bem forte!

 

Sou mãe de uma estudante!

Na quarta-feira tivemos reunião pela primeira vez com a professora da princesa. Correu melhor do que esperava! Sempre imaginei as educadoras mais afectuosas do que as professoras de 1º ciclo, mas ao que parece estou enganada, é "igual" ( apesar de achar sempre que as deucadoras são mais "maternais")! A professora pediu para que a nossa relação com ela seja "exactamente" a mesma que temos com a educadora. Quer que lhe liguemos, que falemos, que marquemos hora para falar da evolução, adaptação e tudo o que quisermos saber das nossas crianças. Transmitiu muita segurança, para mim pelo menos foi um alívio. Ela parece-me rígida mas meiga, sabe bem combinar as coisas! Falamos de muitas coisas, e como ela disse: " o importante é eles gostarem da Escola, o resto vem por si." De início vai ser soft, mas avisou bem que adora trabalhos de casa e que só é "boazinha" à segunda-feira ( dia que não trazem TPC) . Que gosta muito de brincar, e que o irão fazer até ao 4º ano ( motivo pelo qual no fundo da sala existe uma zona de jogos, leitua e brincadeira).

 

Enfim, teria imensas coisas de que falar! Como devem calcular sou uma bãe babada em fase de transição. Estou a transformar-me numa mãe de ESTUDANTE! E sim isso muda alguma coisas. Saber que daqui a um tempo saberá ler o que estou para aqui a escrever e que me chamará de LAMECHAS por exemplo!

 

 

E no primeiro dia ( na 6ºfeira) correu tudo muito bem! Receberam os manuais, apresentaram-se, conheceram os professores de E.Física e EMRC. Fizeram uma ficha e tudo. E de tarde, foram para o pinhal! Maravilhoso! Ela veio de lá radiante e contou tudinho! Escolheram os lugares e ela colocou-se na 1ªfila mesmo em frente à mesa da professora ( sai à mãe, eheheh).

Como não poderia deixar de ser...tirei fotografias. E com orgulho publico-as!

 

Reunião de Pais - Escola da E.

Pois bem. Ontem foi a reunião de pais da princesa. A última com educadora, para o ano será já com  uma professora do 1ºciclo.

Infelizmente não foi como esperava...Devido a uns problemas de vagas falou-se mais nesse assunto das "vagas" ( que de nada tinha haver com os nossos filhos directamente) do que nos assuntos que nos interessavam mesmo. De qualquer forma vou fazer uma pequena descrição do grupo já que não tivemos tempo de falar sobre os nossos filhos individualmente como usual.

Segundo a educadora e os outros professores ( inglês, ginastica) o grupo é muito mal comportado, muito falador e barulhento. Mas também muito unido e trabalhador!

Ficamos a saber que a professora de inglês se vai manter no 1º ciclo ( que é óptimo pois é muito boa :D).

Em relação ao teste de aptidões, esteve lá a psicóloga a falar. Explicou também que o que eles consideram médio, é feito sobre a população portuguesa. Querendo dizer que uma criança com "aproveitamento/aptidão médio" está no normal para a faixa etária no nosso país. Como infelizmente não somos dos melhores da Europa... o nosso muito bom é bem capaz de equivaler a um médio na Holanda ou outro país qualquer!

Bom, independentemente disso, a educadora acha que os meninos vão bem preparados para o grande salto. A ver vamos ( eu quando penso nisso fico nervosa {#emotions_dlg.hide} ).Vamos ter reunião em junho sobre esta passagem para o 1º ano.

Vi os trabalhos, fichas e portofólio da princesa. Descobri que nunca lhe ensinei a nossa morada! E que a maior parte dos meninos já a sabem toda ( a E. só sabe a aldeia e freguesia).

Depois quando fui buscar os ninos, perguntei à E. sobre o comportamento e a tagarelice. Ela diz que realmente há uns tantos meninos que se portam mal, mas que ela se porta sempre bem. Que a D. nunca a repreendeu. ( será???)Quando apanho a educadora na escola falo sempre, e vou sabendo e até agora não houve queixa a não ser de quando começa a falar não se cala , mas no intervalo e com a educadora! ( apanha cada seca da minha E.!!!).

Já sabemos o tema para a festa de fim de ano. Os nossos meninos são finalistas do infantário...JÁ!!!

 

Segunda-feira é a vez de saber do príncipe...vamos lá ver o que nos espera!

Primária,Fim-de-semana e Eriquês

Na sexta-feira fomos a uma reunião na escola sobre a passagem de ano dos meninos de 5 anos. Vão para o 1º ano em setembro Já! . Foi bastante esclarecedora, conhecemos ( eu já conhecia) a professora que a princesa terá, em princípio, nessa nova etapa da sua vida. Está crescida a minha menina, já vai passar para outra fase. Acho que o que me emociona mais é pensar que possivelmente daqui a um ano ela poderá "entrar nos livros" sozinha!

Descobri que a escola tem mais tecnologia do que eu pensava. Já têm quadro interactivo ( eu nem sabia que isso existia), mas também usam e muito bem o quadro de giz. A professora já vai visitando os futuros alunos para eles se ambientarem com ela. Se já a conhecerem é mais fácil a transição. A E. está contente, gosta da professora e está mesmo ansiosa.

Quanto à parte financeira ficamos a saber que a partir da primária deixa de ser IPSS e passa a ser colégio. Decidimos que apesar disso vai manter-se lá, acreditamos que ela merece esse nosso esforço ( e porque podemos fazer isso por ela).Os valores não serão os mesmos que pagamos agora, mas podemos recorrer ao contrato simples e receber alguns retroactivos do ministério quando este lhe apetecer pagar( falaram em 18 meses de espera!).


Este fim-de-semana :

  • Festejamos com a família o 3º aniversário do príncipe J.


  • plantamos 8 nespereiras pequeninas no nosso quintal.



A princesa no outro dia teve uma branca e diz-me assim :


"Mãe, está a doer-me a cintura do pé! " Depois lá me confirmou que se tratava do tornozelo.


Hoje, voltávamos de Lisboa e pergunta-me ela:


 - Mãe. O que significa "I see you next week"?

 - Vejo-te na próxima semana filha. Onde ouviste isso?

- Não!!! É " até à próxima semana! "


...ela anda a testar-me na língua inglesa.

 

 

Notas, comidas e eu a ficar cota!

A princesa E. teve 17 a violino ( OK, é a melhor aluna de violino! ) e 15 a iniciação musical.

Os meninos têm-se portado bem, o J. continua indeciso sobre o instrumento a que se quer dedicar. Aliás quer dois, bateria e flauta.Este semana foi a festa atrasada na escola, correu bem. Ambos cantaram, e ficaram contentes com a pequena peça de teatro alusiva ao nascimento de Jesus.Achei que estava muito engraçada.

 

 

Quanto à ementa desta semana, como além de tentar diversificar entramos de num ano de grande poupanças as sobras estão a ser mais aproveitadas. Assim sendo :

 

2ªf -  sobra do esparguete com ovos mexidos/estrelados, bacon e salada. E também a sopa de espinafres que tinha do dia anterior

3ªf - Arroz de atum

4ªf - Creme de ervilhas e filetes de pescada com tomate, e puré de batata.         

          

 

 

 

 

 

5ªf - Sobra da sopa, bife de perú grelhado em massa, e molho de limão com alho

 6ª f - O pessoal não jantou porque houve o lanche lá na escolinha e os miudos comeram MUITO, comeram só um nestum antes de ir para a caminha. O pai estava com uma GRANDE enxaqueca, e o pouco que entrava saía bem mais depressa. Eu acabei o dia com pão e leitinho, em frente à TV a ver o "Rapsody" ( filme muito antigo) e sem legendas no TCM.

 

Sábado - Hamburgueres de seitan com arroz, molho de cogumelos( molho só para graúdos)

                  Almôndegas com esparguete.

 

 

AH!!! E como fiz 31 aninhos, fiz para mim um bolinho especial : Bolo de Sava ( oriundo da Sérvia) e claro que coloquei as 31 velas!!!

 

 

 

E por hoje é tudo que o post já vai longo!!!

Desejo um bom Domingo a todos ( por cá temos temporal, chuva e friiiio) .

Reunião de Pais - Escola da E.

Na 2ªfeira foi reunião de escola da E., correu bem.

Passaram por lá imensos professores novos das actividades extras. Eles este ano têm imensas actividades extras à disposição. No caso da E. tem apenas o Inglês ( e tem música mas essa não se paga).


Fiquei contente por saber que estão a ser seguidos pelo gabinete de psicologia quinzenalmente a nível dos conhecimentos.Ou seja, fazem uns exercícios para ver onde precisam de ser apoiados para quando entrarem no 1º ciclo. Quais as " matérias" que estão mais à vontade. Depois no final do ano entregam-nos tudo para dar ( ou não) à professora do 1º ano.


Espreitei os trabalhos da E.  e estão bonitinhos. Ela que me dizia-me que estavam só + - , que se distraia muito nas fichas etc...não sei onde ela foi buscar essas coisas. As fichas estavam todas certas ( a não ser que fazendo-as mal lhe dêm outra para fazer de novo...não perguntei).


Também vão fazer portofólio de cada aluno. Será como um diário pessoal deles, onde vão escrevendo as coisas que vão acontecendo, as dificuldades por ultrapassar e ultrapassadas, o que gostam e o que não gostam , etc. Acho que vai ficar bem bonitinho!!!


Adorei um desenho que a E. fez, onde a professora escreveu " gosto muito dos Patolas" ( Patolas é o nome da sala dela). Então está ela no meio, e dezenas de corações cor-de-rosa à volta!!!! Está tão engraçado, eheheheh.

Noutro desenho desenhou a madrinha com uma flôr no cabelo.

Enfim tem imensos, e fazem claro trabalhos com diversas técnicas.

Todos escrevem o nome e a data quando fazem um trabalho.


O grupo mantém-se reguila ( a E. mantem-se na mesma, calma mas já bem mais aberta!!!).

 

Estou satisfeita, acho que vão-se preparando para o ano que vem. A E. está empolgada, mas tem alguns receios...tem este ano para perder esses " medos" e ganhar confiança.

 

 

Reunião de Pais - Escola do J.

Na 6ªfeira fui à reunião de pais da sala do meu J.

Correu muito bem, à chegada havia castanhas cozidas ( olha que bom!!! Eu nem lanche tinha e tal).Os lugares tinham uma surpresa para os papás, um quadro feito por eles com a mãozita. Depois vimos umas fotografias dos meninos no recreio, na sala enfim, a brincarem por lá. Fiquei contente de ver o meu J. sempre feliz e sorridente. A educadora deu-nos umas "lições de moral". Para não nos esquecermos o quanto é importante estarmos com eles, desenvolver a linguagem com eles, e darmos muito valor aos rabiscos pois o que para nós são uns gatafunhos , para eles é uma história!!O perguntar o significado do desenho é muito importante para o desenvolvimento dos nossos pequenos. Falamos sobre o projecto deste ano, a educadora decidiu inclusivé fazer um portofólio dos meninos ( que espectáculo!!!). Falamos um pouco de como foram os primeiros tempos, algumas rotinas, como se portam e sobre algumas actividades que irão ter em breve. Foi agradável.

O que achei da educadora:

  • simpática e simples
  • exigente ( adaptado à faixa etária da criança claro, e também o é com os pais)
  • directa ( pão-pão, queijo-queijo), diz tudo o que tem a dizer sejam coisas boas ou menos boas
  • organizada ,apesar dos apontamentos andarem espalhados pelo bloco dela, ( ó Alice...desculpa lá a sinceridade mas quando caiu tudo no chão até achei piada ao monte de papelinhos!)
  • parece-me que gosta mesmo de ser educadora, deposita muito carinho nas crianças
  • muito atenta, repara em muitos pormenores que muitas vezes passam ao lado ( ali não escapa nada!! AHAHAHAHAH)

Da auxiliar M. ( são duas mas só uma nos foi lá visitar num pulinho pois estava com as crianças, mas conheço ambas e não tenho nada a apontar pois são atentas):

  • muito meiga
  • muito tagarela ( LOL, mas sem saber o que dizer, eheheeh)
  • muito " avózinha", sim parece mesmo aquelas avós que querem muito dar mimos às crianças, que se afeiçoam muito a elas e o facto de chegar o fim-de-semana e não as ver durante 2 dias é "difícil". É muito querida ( a senhora não é velha! Atenção! deve estar na casa dos cinquenta...digo eu ).

Dos pais das crianças:

  • os pais todos simpáticos e poucos faladores ( eu também não falei muito)
  • muitos são de 2ªvolta ( já lá têm irmãos como no meu caso)

Dos "PAPAGAIOS":

  •  ao que parece estão todos bem adaptados
  • alguns miúdos falam pouco, mas também há lá meninos que ainda não têm 2 anos ( nisso o J. está bem pois sendo o 2º filho começou a falar bem cedo)
  • é um grupo "BOM"
  • já muitos estão desfraldados, e outros estão a " trabalhar para isso" ( achei óptimo iniciarem o ano já com alguns desfraldes!)

Do J. confirma-se que é um traquinas, não é mau mas também não é calmo (não é como a irmã em NADA!) É dos mais crescidos da sala não fosse ele de Janeiro, e aí é normal que se note diferença em relação às outras crianças mais novas. Amigos não tem ainda, são muito pequenos, brincam todos ao pé de outro e tal mas nada de partilhar muito  as coisas. Vai aos poucos com a maturidade. Não come o arroz da escola ( perguntei-lhe e ele diz-me que não gosta, só gosta do da mãe e da mami).Espero que continue a correr bem. Saí contente e satisfeita da reunião!

 

E pronto, claro que teria muito mais a escrever mas não falta muito para me acharem SECA. Segunda-feira temos reunião da E. Vamos ser se também trago boas notícias.

 

Educadora/ professora

em conversa com uma colega tocou-se no assunto educação, e ambas concordamos num ponto que é muitas vezes "esquecido" pelos pais das crianças que andam na escola.

 

Pois bem, existe a educadora e a professora.

 

Como o nome indica, educadora existe para ajudar a EDUCAR. As crianças  vão para o infantário onde a educadora irá impôr regras que se devem cumprir, irá incutir o respeito pelos outros, o trabalho em grupo e demais comportamentos para que a criança vá adquirindo condições para se integrar na sociedade.

Claro que a educadora é um complemento aos pais, pois estes são o pilar da educação, o principal modelo que os filhos irão seguir. 

 

Depois, quando as crianças atingem uma determinada maturidade passam para um "nível" seguinte- a primária. Momento a partir do qual deixam de ser acompanhadas por uma educadora e passam a sê-lo por um/a professor/a (ou vários). Os professores têm uma função diferente dos educadores, pois vão ENSINAR. O que significa que apesar de continuarem a existirem regras, a criança já deve ter um certo nível de conhecimento de vida social. Saber diferenciar o certo do errado por si mesma, saber respeitar os outros, etc. Obviamente que tratando-se de crianças, e tendo em conta a idade, os professores vao impondo regras de comportamento para "encaminharem" as crianças no saber ser e estar ( ex: o silêncio na sala, saber esperar pela sua vez de falar, etc.).Mas a principal função do professor não é a de "tomar conta" dos meninos e educá-los, mas sim fornecer conhecimento e ensinar.

 

Os pais de hoje em dia querem muitas vezes "descartar-se" do fardo que é educar. Porque educar é difícil e dá BASTANTE trabalho. Ora passando as crianças a maior parte do tempo na escola, é bem mais fácil ser o professor a fazê-lo!!! O professor passa a ter um papel bem mais importante e carrega nas costas um peso que não lhe compete. Nós pais temos o DEVER de educar os nossos filhos .

 

No meu ver, nós pais deveríamos ser mais exigentes com os nossos filhos, para casos como este não sucedesse. Se estivermos atentos aos nossos filhos, se formos PAIS, será bem mais fácil formarmos adultos correctos e  respeitáveis. Nunca eu imaginei que algum dia os professores teriam MEDO dos alunos. O nosso mundo está a ficar virado do avesso, e a culpa é "nossa". Porque infelizmente "as crianças não percebem" .Quando vejo miúdos de 4 anos chamarem estúpido ao pai, e este achar que o filho é muito inteligente...é esta a nossa sociedade? Cada vez mais penso, em ALGUNS aspectos...Viva o Salazar!!! Nesse tempo o respeito era uma coisa "muito bonita".