Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Olhares Azuis

Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

Noites horríveis e um enorme susto!

Na quinta-feira 19 de Abril fui ao centro de saúde com as minis e a Amorinha para levarem as vacinas. E tem sido HORRÍVEL desde então! Melhorou esta tarde ( finalmente!). As minis fizeram febre ( 38º e outra 38,8º), ficaram rebugentas, não queriam dormir, não queria comer, mamar, colo...NADA. Choravam sem parar, esperneavam, gritavam. Eu embalava, colocava na minha cama, ao colo, dava mama, não dava mama, enfim...juro que estive à beira da loucura! Ontem deitei-as, ou tentei deitá-las , pelas 21h00 como de costume. E nada. Ficaram mais um pouco acordadas, rebugentas, acabei por adormecer a O. na mama, e a L. na cama com o pai. Mas estive cerca de 1h para as conseguir deitar!

A Amorinha tem acordado várias vezes durante a noite porque lhe dói o braço e não tem posição ( nem foi à escola 5ª e 6ª).

 

Ontem, meti-me a ver um filme e engomar a roupa, quando há 1h20 ( de hoje) começa um berreiro DUPLO. E aí sim...foi duro! Não pararam até às 2h40. Sem parar! Até no chão da sala me deitei com elas cheias de almofadas e mantas a ver se adormeciam e NADA. Uma berrava, depois a outra, a L. então parecia possuída ! Eu juro que ainda pensei em levá-la ao hospital...nunca a tinha visto nesse estado e fiquei mesmo preocupada que se tratasse de alguma reação adversa. Acabaram por adormecer, consegui deitá-las cada uma na sua caminha e depois deitar-me eu.

Nem 30 minutos depois oiço um "mamãaaa", pergunto por " Alice?" e oiço um grande tombo. CONGELEI !!! Achei que tinha caído da escada abaixo! O G. levantou-se depressa e foi a correr. Eu atrás dele, olhamos...e nada?! Vou ao quarto das minis..e nada! Caramba, ouvimos um grande trombolhão e vinha das escadas! A cancela estava aberta. E de repente vejo a gata atrapalhada. Afinal tinha sido a nossa Macaca ( gata) a cair da escada abaixo. Tadinha da gata...mas confesso que fiquei aliviada! A gata safou-se bem felizmente! Eu fiquei a tremer descontroladamente, agoniada.

Já o Gon estava deitado e começo a ouvir de novo chamaram por mim,. Afinal era o J. a sonhar alto...

 

Depois de tudo isso...chorei. Chorei MESMO. Primeiro porque tive um medo desgraçado quando ouvi o som do trombolhão, depois porque não durmo há 3 noites (o cansaço, a falta de dormir, mexem com a forma como lido com os meus sentimentos) e parte-me o coração não conseguir acalmar as minhas minis ( senti-me frustrada). 

Já passou. Já voltou tudo ao normal. Mas quando relembro os pensamentos desta noite arrepio-me! Temos cancela , mas a rapariga vira volta de noite abre e desce sozinha às escuras, isso aflige-me.  E sobe as minis, já estão mais calmas ( e sem febre!).

 

3º dia de férias

Manhã de compras , tarde de limpezas e arrumações.

Ah pois...aqui ninguém escapa!

A A. deixou-me espantada pela positiva, limpou e arrumou o quarto como gente grande. Prateleiras e brinquedos todos ordenados. Resta saber por quanto tempo.

 

 

 

 

1º dia de férias

Férias igual a descanso e diversão.

Depois da natação , foram passar ( os 3 mais crescidos) a tarde com a avó e a prima, almoçaram fora e foram ao cinema. Há que aproveitar os dias tristes e chuvosos.

Nós optamos por cinema em casa enquanto as minis dormem. Boa disposição e parvoice juntos, para quem gosta de rir ( e eu nem gosto de filmes parvos mas este é sem dúvida!) com o Sasha Baron Cohen ( só podia!).

film.jpg

 

Livros da nossa casa

Ora hoje partilho os livros que andamos ( eu e o G.) a ler.

 

A escolha dele :

DSC_7610[1].JPG

 

Já eu ando virada para as adolescentisses. De vez em quando gosto de ler sobre parentalidade. Não sigo os livros, mas gosto de ler opiniões, formas de educar ou de resolver situações ou mesmo conflitos. É engraçado ver como a educação é de tal forma variada que não existe o certo ou errado, apenas diferente! E tenho retirado muita informação útil.

Deste livro já li dois capítulos que JURAVA se tratar do meu J.! Ele tem 11 anos, e não está em fase de adolescência ainda, mas algumas atitudes já lá estão. E bom, pelo que estou a retirar do livro, AMOR acima de tudo , saber negociar ( ninguém deve perder ou ganhar na relação pais-filhos) , e não ser permissivo ( eu até acho que por vezes somos rígidos demais, mas eu sei que o G. não concorda com este "demais"). Estou a gostar de ler e aconselho, pois o livro dá exemplos de comportamentos, explica o porquê destes e dá dicas de como lidar com eles.
 

DSC_7609[1].JPG

 

 

O mar

Vivemos perto do mar, do nosso quintal e de algumas janelas conseguimos avistá-lo.

Mas o melhor de tudo, é poder a olhar e contemplar esse imenso azul todos os dias. O caminho que faço para levar os meninos à escola é sempre rente ao Oceano. Todos os dias, comentamos como está o mar, brincamos com a quantidade de gaivotas em terra ( chamamos-lhe a SeagleSummit), contamos barquinhos, e até opinamos se as ondas estão ou não boas para o surf !

Quando os vou buscar à hora de almoço, o brilho do sol na água é simplesmente deslumbrante.

Ao fim do dia, é o pôr do sol...e aí também fazemos as previsões metereológicas para o dia seguinte devido à cor do céu.

Os meus filhos adoram o mar, e é raro o dia que não se fale nele. São 18 km de caminho, sendo 13 deles sempre de olhos postos na água.

 

Se não tenho sorte, então digam-me o que tenho! Porque realmente, isto é LUXO para os meus olhos!

 

Amorinha e Sarilho

Vira volta a Amorinha pede para ficar em casa com as maninhas e a mamã. Não digo sempre que sim, mas de vez em quando acedo ao pedido. Hoje foi dia!!

Enquanto eu estendia as fraldas, a pequena A. fingia ser a "Brave"!

E diz que quando for grande quer treinar dragões e monstros para ninguém lhes fazer mal.

DSC_7601[1].JPG

 

DSC_7600[1].JPG

 

DSC_7599[1].JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os cães, que a adoram, não tardaram a ir ter com ela, que rapidamente largou tudo para os mimar.

DSC_7607[1].JPG

 

DSC_7605[1].JPG

DSC_7606[1].JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu juro que adoro o sorriso do meu Sarilho! Cada vez mais acredito que ele adora que lhe tire fotos .

 

DSC_7603[1].JPG

 

 

DSC_7604[1].JPG

 

E graças a este maravilhoso, as crianças ainda brincaram todas até ao fim do dia às escondidas. Chamei-os eram 19h!! Já estava escuro. Que felicidade a deles ( e sorte de viver no campo e ter um quintal para correr e brincar)!