Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Olhares Azuis

Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

Olá a todos! Cá andamos !

Não tenho escrito por falta de tempo. Nem tenho ido ler blogues... O tempo é ocupado entre crianças e trabalho, casa e transportes!

Com a pandemia as escolas obrigaram ( e muito bem) ao cumprimento de horários mais apertados, medidas de higienização à entrada e à saída, filas com espaçamento, e tudo isso leva tempo. Começamos a sair de casa pelas 7h40 e chego ao trabalho pelas 9h15 ( sendo que de casa ao trabalho são cerca de 7mn de carro). A volta repete-se ao final do dia. Mas, tudo se faz.

Das escolas tem corrido melhor do que imaginei!  Houve apenas 1 caso na sala do meu J. e fecharam logo a sala, foi chamado a fazer teste ( negativo felizmente) e fez o isolamento profilático de 14 dias ( com aulas zoom). Nas irmãs até agora, tudo calmo. Vamos ver como corre o próximo trimestre.

Quanto a notas : 

  A E. ( 11ºano)continua a subir a média, ainda tem de subir mais um pouco para atingir uma média mais confortável para o que pretende seguir. Neste momento tem média de 16.14 ( as notas variaram entre o 14 e o 19). O objectivo para o próximo trimestre é chegar ao 18 ( sabendo que o 1º trimestre influencia).

   O J. ( 8ºano)baixou as notas. Já levou um apertão (em forma de conversa) para não se esquecer que é importante estar com os amigos online e jogar/divertir-se, mas sem nunca esquecer que a escola também é importante para não perder o fio à meada. Ainda não sabe ao certo o que quer seguir e penso que isso o desmotive relativamente aos estudos. Demonstra pouco interesse. Se antes era um leitor assíduo, neste momento anda mais desleixado...Resumindo, teve 4 disciplinas com nota 3, nota 5 a Fisico-Quimica, ficando as outras 9 disciplinas com nota 4.  Muitos dirão que são boas notas, no entanto conhecendo as capacidades do meu rapaz, sei que com um pequeno esforço atingiria melhores resultados. Na verdade, nem são as notas que me incomodam mas sim a falta de estudo e desleixo ( não existe nenhum esforço ou estudo, faz só e apenas o mínimo exigido ou seja...os TPCs). Confesso que tenho receio que perca o gosto de aprender ( ele gosta de aprender mas não da escola) por andar desmotivado. A pandemia está a afectar bastante o meu J., dos meus cinco filhos penso que seja ele que mais se ressente com tudo isto. Fecha-se mais, e tende a interagir pouco connosco fora dos momentos de refeição ou tarefas ( nesses momentos aproveitamos para comunicar mais).

   A A. ( 3º ano) continua com notas muito boas. Diz a professora que começa a ficar mais tímida quando tem de falar em público ( fala muito baixo, e evita participar e tirar dúvidas) , mas quando se trata do intervalo só se ouve a menina aos gritos!! Era uma grande tagarela em sala de aula, mas essa parte mudou muito. Continua muito responsável assídua, interessada também. Agora é ela que devora livros cá em casa :) .

   Só faltam as minis, que estão na sala dos 3 anos. Segundo a educadora são muito autónomas e participativas. Gostam de ajudar os coleguinhas, e interagem muito bem com todos. Está a correr muito bem!

E por hoje é tudo.

Nota : O marido já entrou em modo sobrevivência, já saiu desse modo e anda muito bem disposto desde o início de dezembro. Não é fácil esta pandemia ( já pensei em fugir para uma ilha deserta e voltar quando tudo isto tiver acabado ).

Que tudo isto nos sirva de lição para darmos MUITO valor ao que realmente importa.

IMG-20201215-WA0003.jpg

 

 

Tempo

Já passaram 2 meses desde que aqui escrevi pela última vez. Não vou dizer que não tenho tempo ( que também é uma realidade), vou antes dizer que o meu tempo está ocupado com outras coisas, outros afazeres.

Em primeiro lugar, estamos todos bem. As minis crescem a olhos visto. Estamos com 3 meses e meio, gostamos de conversetas e palramos muito. Sorrisos é connosco pois somos umas simpáticas (apesar da Olívia ser mais reservada).

A Lisa mede 57cm e já passou dos 4500gr, é calma e paciente. Muito atenta e curiosa, aprecia que estejamos com ela. Adormece por norma facilmente, não gosta de chucha. Adora estar ao lado da irmã, conversar com ela e tocar-lhe.

A Olívia mede 55.5 cm e está quase a chegar aos 4400gr.  Gosta de mimo e a maminha é o seu consolo. Prefere andar de um lado para o outro ao colo na posição vertical. Reclama quando está insatisfeita , e se tem fome fica muito impaciente. É muito comilona .

 

Entretanto a Alice já fez os 5 anos e fez a sua primeira festa com amigos. Está uma crescida.

Adora os irmãos todos e brinca facilmente com qualquer um deles. Gosta de fazer fichas e escrevinhar, brincar aos professores e às escolas, trabalhos manuais é com ela . Adora tudo o que implique tintas ,colas , tesoura e papeis.

Passou para o pré-escolar, e está a queimar os últimos cartuchos de infantil a fazer praia e actividades diversas.

É uma malandra e usa as palavras contra nós, , para que fique registado " o que eu digo = ao que ela faz" :

Alice mete a mesa  = Ela levantou a mesa ligeiramente, largou e disse " já está"

À refeição elástico no cabelo! = Colocou um elástico em cima da cabeça

Pára quieta  = NUNCA MAIS SE MEXEU . Queria sair do carro e ela nem pestanejava...foi preciso o G. perguntar se alguém lhe disse para não se mexer ou algo do género e aí sim percebi porque estava MESMO QUIETA. Já me fez isso umas 3 vezes na hora de despachar ( nota - começar a ter cuidado com as palavras que uso).

 

O rapaz cá de casa passou para o 5º ano com boas notas. Está entusiasmado com as férias e com o novo ciclo que se aproxima. Fez um curso/workshop de electrónica durante uma semana no ISCTE e adorou ! Está um morenaço ( saiu à tia/madrinha, pois qualquer sinal de sol ficam logo com cores de verão, que INVEJA !!!). Fica facilmente viciado nas tecnologias portanto continuamos com o esquema de que durante a  semana pouco podem usufruir, e ao fim de semana como saímos pouco tempo têm também. Continua muito meigo, está mais calmo, brincalhão, a teimosia permanece mas mais moderada. Ser o único rapaz não é fácil  e noto que por vezes se ressente disso.

 

A mais crescida também teve boas notas e JÁ vai para o 8º ano .Está a aproveitar as férias cá em casa comigo e com as babies. Fez um curso de informática e tecnologias no IST onde era a única rapariga do grupo e gostou muito . Gosta de programar. Está do meu tamanho e vira volta pede-me para usar roupas minhas ( e eu deixo). Agora sim está a ficar adolescente, mas mesmo assim continua calma e ,por enquanto, com a cabeça no lugar. Gosta muito de desenhar. É reservada.

 

Tenho orgulho nos meus filhos todos. Colaboram muito ( também têm dias de ronha claro!), e com eles as coisas tornam-se mais simples com as gémeas pois dão-lhes muita atenção nas horas de aperto. Ajudam-se uns aos outros e também andam às turras , portanto são uns irmãos exemplares!!! Quando um não está sentem logo falta e as saudades apertam rapidamente. Quando estão todos há sempre gritos de felicidade ou de discussão, gargalhadas e choros. Temos uma casa que consegue passar de silenciosa a " a casa vai abaixo" no espaço de uns míseros segundos. E sim, temos alturas de SILÊNCIO mesmo estando todos. Quando, por exemplo, estão os 3 a ler e as babies a dormir é um sossego . Quando estão na piscina é uma gritaria .

 

Eu estou óptima. A barriga cá continua com um pneu e uma ligeira diástese ( estava com 2 dedos e com os exercícios  abdominais hipopressivos diminuiu para dedo e meio). Isto vai ao sítio aos poucos. Estou apenas com 46kg ... amamentar duas crias não dá para fazer grandes reservas corporais! Elas sugam-me, ahahahah.  As noites são calmas pois dormem bem , mas também mamam muito. Já me fazem noites de dormir 3/4h seguidas ( a Lisa já me fez algumas vezes 6h), mas esta foi de 2 em 2h e ainda por cima desfazadas em 1h !

 

O G. tem trabalhado muito e anda cansado ( acho que anda bem mais cansado que eu). É um pai babado !!! De noite parece uma pedra pois não ouve nada. As babies podem chorar que se não for eu acho que tudo continua a dormir .

 

Enfim, estamos todos ótimos. E agora vou ali tratar de arrumar a casinha enquanto dormem que hoje ao fim do dia quero brincar com a "meia do mano" ( "mana do meio" versão G. ).

 

 

Dedicatória do meu amor à minha pessoa ( dia 31/03/2017)

Somos 7. Uma tribo, uma equipa, uma família. Matriarcal, patriarcal, orientada aos filhos , à carreira, aos estudos. 7 indivíduos e no entanto 7 partes de um só organismo. E um elo de ligação... A Mãe. E que mãe!

Nestes últimos 7 meses, difíceis, ansiosos, preocupados, expectantes, o elo de ligação.

7 meses de (muito)trabalho, obras inesperadas mas necessárias, apoio nos estudos, preocupação pelo estado de quem vinha, sem descurar quem já cá estava. O miminho, a história para dormir, o bolinho ao domingo à tarde, o abraço, o beijinho. O elo de ligação.

O objectivo traçado, cumprido, sem 'mas'. Sim, porque A Mãe de quem falo não quis 'ter mais um'. Quis, sim, aumentar a família, fortalecer o elo de ligação.

Mãe, Mulher, Companheira, Amiga.
A culpada do que sou e de quem sou hoje. Não seria nem teria atingido metade do que sou ou atingi.

Sortudo eu por a ter a meu lado, por estar ao lado dela.
Sortudos os meus, nossos filhos, por a terem como mãe. Ricos, de uma riqueza incalculável.
Porque não divide o seu amor, mas antes o multiplica.

Sortudos somos nós. Ela é a sorte que temos.

(Postado aqui depois de dito à Mãe e com a sua permissão , pois ela merece. Isto e muito mais)

 

G.

A minha tribo

Os meus filhos e marido são um espectáculo. Não, não são perfeitos e também se chateiam uns com os outros em alguma altura do dia. Mas sabem que quando têm de estar presentes, estão mesmo, e posso contar com eles.

Infelizmente as contrações apertam, e tenho dores tipo menstruação. Lá fui á urgência na 6ªf passada e depois de diversos exames, análises etc e tal chegaram á conclusão que o útero começa a "queixar-se" do peso. O resultado foi repouso absoluto !!! Sim, fizeram-me reclusa do sofá/cama. E amanhã tenho nova avaliação para ver se é ( que não vai ser) necessário internar-me.

Desde então, a minha tribo tratou do assunto. Pai e filhos tratam de TUDO. Ainda hoje o J.foi á mercearia,tratou da loiça da máquina, meteu a mesa, fez camas.  A E. tratou de apanhar e estender roupa, dar duche á mana mais nova, fez o almoço e ainda arrumou a cozinha toda. O pai chega  e trata do jantar etc. Aspiram e dão um jeito á casa.

Eu sinto-me mal com isso pois detesto delegar as que são as minhas tarefas diárias ( cada um tem as suas). Mas, como todos dizem, é para o bem das babies. Fico orgulhosa de ver todos unidos em colaboração para que o nosso lar não fique ainda mais de pernas para o ar !

 

Amanhã lá vamos ver como estão as coisas, e há de estar tudo bem.