Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Olhares Azuis

Aqui por casa, 7 pares de olhos azuis.

Dores de Crescimento - dos pais

Os filhos crescem, e os pais "sofrem". Se por um lado é o orgulho de os ver crescer, por outro é a dor que nos assola com receios e medos.

Neste momento tenho a E.com 13 anos,  na corda da adolescência. Um dia é festa, noutro o descalabro!

A E. começa a enrolar-se num casulo qual lagarta em plena transformação. Sim, transformação! O corpo mudou.  Os sentimentos e a forma como vê a vida, o mundo, a família e os amigos também começam a mudar. Está em metamorfose. E esta mudança pede  exige espaço e distância. Ela precisa do seu espaço, sozinha, a pensar nas suas coisas, na vida. Precisa do seu CASULO para crescer. Uma menina cada vez mais mulher, mas ainda criança. Está no seu casulo, e quando daqui a uns tempos sair dele, terá asas para voar qual borboleta.

Dores de crescimento...minhas! E do pai! Porque como já disse, é tão bom vê-los crescer mas dói. Dói de pensar nas decisões que têm de tomar ( saberão escolher bem ?), dói pensar que para crescer é preciso cometer erros, dói pensar que também eles terão dores de crescimento.  

A vida dos meus filhos é deles e só deles, e são eles que a têm de viver em pleno. Estamos e estaremos sempre presentes no percurso dos nossos filhos. Sempre disponíveis para os bons e para os maus momentos. Sempre presentes para ouvir, escutar, apoiar e se necessário aconselhar. O nosso colo estará cá sempre disponível, e os nossos braços sempre abertos, para os receber sempre que precisarem. Pois, apesar de tudo, serão aos nossos olhos, sempre os nossos bebés, as nossas lagartas que simplesmente passaram pela metamorfose. A minha princesa será sempre a minha princesa, com 13 ou 31 anos.

Dores de crescimento...( suspiro).

3 comentários

  • Imagem de perfil

    C. 03.05.2018 14:40

    Sim, é isso mesmo...medo do afastamento. Eles acabam por sair de debaixo nas nossas asas, faz parte do crescimento. Mas custa deixar crescer! Acredito que numa família unida como a nossa ( e a vossa) haveremos de continuar unidos. Todos por um e um por todos! Beijocas grandes
  • Imagem de perfil

    Rita 03.05.2018 14:45

    Eu às vezes digo ao Edu que não tarda ele já não quer nada comigo, que vai deixar de querer passear connosco, mas ele não gosta sequer que se fale disso e diz que não vai acontecer. Eu finjo que acredito e continuo a fazer imensos programas com eles e sei que eles adoram. Temos dias de sair de manhã cedinho e chegar à noite, viagens longas, mas sempre muito enriquecedoras, com muita brincadeira e tb muita aprendizagem (o Edu adora palácios, é engraçado). Vamos indo e vendo!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.